HOME

segunda-feira, 27 de junho de 2011

O Que Realmente Importa

Era uma vez o jovem que recebeu do rei a tarefa de levar uma mensagem e alguns diamantes a um outro rei de uma terra distante.
Recebeu também o melhor cavalo do reino para levá-lo na jornada.
- Cuida do mais importante e cumprirás a missão! - disse o soberano ao se despedir.
Assim, o jovem preparou o seu alforje,
escondeu a mensagem na bainha da calça e colocou as pedras numa bolsa de couro amarrada a cintura, sob as vestes. Pela manhã, bem cedo, sumiu no horizonte. E não pensava sequer em falhar. Queria que todo o reino soubesse que era um nobre e
valente rapaz, pronto para desposar a princesa. Aliás, esse era o seu sonho e parecia que a princesa correspondia às suasesperanças.
Para cumprir rapidamente sua tarefa, por vezes deixava a estrada e pegava atalhos que sacrificavam sua montaria. Assim, exigia o máximo do animal.
Quando parava em uma estalagem, deixava o cavalo ao relento, não lhe aliviava da sela e nem da carga, tampouco se preocupava em dar-lhe de beber ou providenciar alguma ração.
- Assim, meu jovem, acabas perdendo o animal - disse alguém.
- Não me importo - respondeu ele - Tenho dinheiro. Se este morrer, compro outro. Nenhuma falta fará!
Com o passar dos dias e sob tamanho esforço, o pobre animal não suportando mais os maus-tratos, caiu morto na estrada. O
jovem simplesmente o amaldiçoou e seguiu o caminho a pé. Acontece que nessa parte do país havia poucas fazendas e eram muito distantes umas das outras. Passadas algumas horas, ele se deu conta da falta que lhe fazia o animal. Estava exausto e sedento. Já havia deixado pelo caminho toda a tralha, com exceção das pedras, pois lembrava da recomendação do rei: "Cuida do mais importante!"
Seu passo se tornou curto e lento. As paradas, freqüentes e longas. Como sabia que poderia cair a qualquer momento e temendo ser assaltado, escondeu as pedras no salto de sua bota. Mais tarde, caiu exausto no pó da estrada,onde ficou desacordado. Para sua sorte, uma caravana de mercadores que seguia viagem para o seu reino, o encontrou e cuidou dele. Ao recobrar os sentidos, encontrou-se de volta em sua cidade. Imediatamente foi ter com o rei para contar o que havia acontecido e com a maior desfaçatez, colocou toda a culpa do insucesso nas costas do cavalo "fraco e doente" que recebera.
- Porém, majestade, conforme me recomendaste, "cuida do mais importante", aqui estão as pedras que me confiaste. Devolvo-as a ti. Não perdi uma sequer.

O rei as recebeu de suas mãos com tristeza e o despediu, mostrando completa frieza diante de seus argumentos.
Abatido, o jovem deixou o palácio arrasado. Em casa, ao tirar a roupa suja, encontrou na bainha da calça a mensagem do rei, que dizia:
"Ao meu irmão, rei da terra do Norte. O jovem que te envio e candidato a casar com minha filha. Esta jornada é uma prova. Dei a ele alguns diamantes e um bom cavalo. Recomendei que cuidasse do mais importante. Faz-me, portanto, este grande favor e verifica o estado do cavalo. Se o animal estiver forte e viçoso, saberei que o jovem aprecia a fidelidade e força de quem o auxilia na jornada. Se, porém, perder o animal e apenas guardar as pedras, não será um bom marido nem rei, pois terá olhos apenas para o tesouro do reino e não dará importância à rainha nem àqueles que o servem".
Comparo esta estória com o ser humano que segue sua jornada na vida, tão preocupado com seu exterior, isto é, com os bens, que tudo guarda como se fosse tudo ouro, esquecendo de alimentar também a sua alma e o seu espírito com a alegria e o amor de Deus. Certamente não cumprirá a missão, já que não sabe guardar o que é mais importante. Se você tiver a oportunidade de conhecer pessoas assim , como conheci e conheço a muitos , verá que na intimidade têm mais problemas que você ou eu e são cercados de infelicidades .
Antes que seja tarde , preocupe-se em : será que estou no Caminho que me leva a Deus ?
Postado por ESTUDOS BIBLICOS ONLINE http://apostilasbiblicas.blogspot.com/

domingo, 5 de junho de 2011

Possiblidades




Êxodo 16.13-19

  
"Se podes?", disse Jesus. "Tudo é possível àquele que crê." Mc 9.23

Acredite, ela existe e pode estar muito mais perto de você do que imagina. Ninguém tem mais força do que ela. Quando se manifesta deixa para traz o medo, a dor, a incredulidade. Ela se chama possíbilidade.
Diante de um problema, quando todos já desistiram dizendo que é impossível, quando ninguém consegue enxergar uma possibilidade de solução, aparece a esperança que é fornecidade pela afirmação bíblica de que os impossíveis dos homens são possíveis para Deus.
Nossa vida se refrigera quando nossos olhos se voltam para Deus em uma entrega confiante e uma busca pela ação milagrosa de um Deus que intervem.
O povo de Israel esteve diante de muitos exemplos da ação de Deus. Em nosso texto de hoje Deus sustenta seu povo no deserto. Imagine milhares de pessoas no deserto com fome. Nenhum recurso possível para alimentar tanta gente até que Deus faz uma promessa: "Ao pôr-do-sol vocês comerão carne, e ao amanhecer se fartarão de pão". Como acreditar nisto? De onde poderia vir este alimento? Mas, a promessa de Deus se cumpriu. Na hora marcada apareceram as codornizes e o maná.
Podemos estar certos que nada pode impedir o agir de Deus em nossa vida. Deus não se limita as possibilidades humanas. Ninguém pode impedir o seu agir. Para Deus não existe impossíveis em todas as suas promessas. Só é impossível para Deus que ele minta, que deixe de ser Deus.
A ação de Deus sempre tem como finalidade principal a sua glória. Quando ele alimentou o povo no deserto, o disse: "Assim saberão que eu sou o SENHOR, o seu Deus". Deus não mede esforços para abençoar o seu povo. Se necessário, faz chover pão do céu para nos sustentar. Sua ação nos trará grande benefício e sempre é um testemunho para a glória de Deus. Não olhe para o tamanho dos gigantes, olhe com fé para Deus que luta com você e por você. Sem fé é impossível agradar a Deus e ver a sua ação em nossa vida.

 
A possibiblidade tem um nome, chama-se ação de Deus.

 
Rev. Hebert dos Santos Gonçalves

Eis, me aqui novamente...


Após longo período sem aparecer por essas paragens eis que retorno, agora creio que será por muito mais tempo... Afinal após longa chuva eis que surge a bonança, o sol volta a brilhar... E outra os tropeços nos auxiliam a ficar mais espertos, mais maduros para que lá na frente possamos dizer "já vivi isso sei como se sair..."
Pode até parecer frases ou desculpas prontas, mas realmente senti muita saudade de poder escrever, de poder passar por aqui...
Mas vamos lá, ao longo desse período descobri uma anemia e vivi situações que para mim foram novas, descobri que mais do que nunca a nossa força de vontade de viver é que nos faz seguir em frente, descobri que sou muito mais forte do que simplesmente imagino e que nada conseguimos sem Deus nos guiando, nos orientando cuidando de nós a todo momento e graças a Ele posso respirar mais aliviada, afinal mais uma etapa foi vencida ...E viva a VIDA!!
Bjus...