HOME

domingo, 27 de fevereiro de 2011

O Primeiro passo é nosso, o resto é com Deus

Posso garantir que muitas pessoas que passam por aqui tem alguma coisa em sua vida que as impedem de chegar a Deus: algum hábito pecaminoso difícil de se deixar, algum ressentimento guardado do qual jamais se livrou, alguma ferida ainda aberta em sua alma ou sentimentos malignos que não sabem controlar. Todas sabem que é preciso se livrar de tais coisas e nem sempre é por falta de tentativa. Talvez o caminho que estão buscando para se resolver isto não seja o certo ou então ainda não tem a real consciência de quais sejam seus erros. Conheço algumas pessoas que têm uma vida religiosa “exemplar”, mas não conseguem enxergar seus próprios defeitos, só os dos outros. É importante reconhecermos nossos defeitos e nos livrarmos deles agora, se queremos uma vida com Deus. Como? “Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.” Tiago 4:10

A todas estas pessoas, tenho boas notícias! A Palavra de Deus é bem clara quando nos diz que é possível se chegar a Deus somente através de Cristo Jesus, que está vivo, exatamente aí onde você está e pronto pra te ouvir, perdoar, libertar, curar e fortalecer. Esta é a primeira regra e nem adianta tentar de outra forma, porque não vai dar certo mesmo! (João 14:6 diz assim: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”).

Bem, depois de termos entendido que somente através de Jesus é que podemos chegar à presença de Deus, a próxima coisa a fazer, é tomar a iniciativa mais importante de nossas vidas, que é a renúncia a tudo aquilo que tem impedido de alcançar uma convivência mais direta e íntima com o Senhor, sem o “fantasma” da acusação o tempo todo em nossa mente. Quem é que pode ter uma intimidade com Deus, se sua consciência o acusa de alguma coisa, por menor que seja? Assim diz a Bíblia: “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós” – Tiago 4:8

Pode ser que o que tem lhe impedido de alcançar o coração de Deus seja algo que acha ser humanamente impossível de se resolver, porém quando Deus vê diante dele alguém que já fez tudo direitinho, reconheceu seus defeitos, se humilhou, confessou, abandonou o pecado ou perdoou a todos, então O Pai não resiste...Como eu lhes disse, meus amados, O RESTO É COM ELE!

 Ministro Carlos Carvalho

Fonte: mulhercrista.blogspot.com


quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Tua Prensença


“... Tua presença me traz segurança,
Me dá a paz que tanto preciso em meu coração
Tua presença me traz refrigério,
É  fortaleza quando estou em aflição
Tua presença, tua presença
Em tua presença é onde quero estar...
Tua presença é meu maior anseio
A cada dia eu quero conhecer-te mais,
Tua presença me traz consciência
Que eu não poderei viver sem ti, meu Senhor...”
 Paulo  Cesar Baruk - Multiforme

Quão bom és Pai !

Olá, quanto tempo né... Mas, eis me aqui novamente. Durante esse período pude viver muitas coisas boas outras nem tão boas assim, porém minha vinda até aqui é pra deixar registrado q mais uma vez, por mais q não me sinta tão merecedora e com tantas falhas, Deus se faz presente em minha e em meus atos, mais uma vez entra com providência em minha causa e me ajuda a vencer mais um obstáculo. Pois é, quando  reconhecemos quão grande tem sido nossas falhas , o q na prática não é tão fácil, e rogamos a Ele graça com certeza nos ouve e está pronto a nos ajudar, sou prova viva disso, Hoje estou muito feliz pois, por mais q não tenham sido tão animadores os índices da minha classificação para poder trabalhar  como  professora aqui  onde moro, faz uma semana q estou trabalhando, quando todos me desanimaram dizendo “ahh muito difícil você conseguir” Deus entrou com providência e me ajudou. Não só por isso, mas sou grata por tudo q tem me concedido ao longo desse tempo e fica a lição nunca deixar de lado nossa fé, pois é ela q nos aproxima do Pai, q nos leva além do q possamos imaginar. 

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Duas Naturezas

Efésios 4.20-24

Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam (Gl 5.17).

Um pescador esquimó vinha cada sábado à tarde à cidade. Sempre trazia consigo seus dois cachorros, um branco e um preto. Ele os tinha ensinado a lutar quando ele ordenasse. Cada sábado, na praça da cidade, o povo se ajuntava e o pescador fazia apostas, enquanto os dois cachorros brigavam. Às vezes ganhava o cachorro branco, às vezes o preto – mas o pescador sempre ganhava as apostas! Seus amigos começaram a perguntar-lhe como ele fazia isto. Ele disse: – Eu deixo um passar fome durante a semana, e só dou comida para o que eu quero que ganhe. O cachorro que está bem alimentado ganha, porque está mais forte.

Esta história ilustra muito bem o conflito entre os desejos da carne e do Espírito que vivemos interiormente. A vitória desta batalha será daquele desejo que for mais bem alimentado. Se vivermos buscando as coisas do Espírito, os desejos da carne não vão dirigir nossa vida. Mas se constantemente cedermos a esses maus desejos, eles vão nos dominar. Precisamos seguir o conselho de Paulo que diz, em nosso texto base, que devemos nos despir daquilo que é pecado e corrompe nossa vida, renovando nosso modo de pensar de forma cristã, nos revestindo do novo homem conforme a semelhança de Deus e sua santidade. Quanto mais andamos no Espírito fazendo o que agrada a Deus mais nos afastamos dos desejos e práticas do que é mal. Quanto mais buscamos as qualidades de Jesus mais vamos deixando de buscar satisfazer aos desejos da nossa natureza humana.

Nesta batalha contamos com o auxílio do Espírito Santo. Ele age em nós nos dando sabedoria para discernir o que é bom e mal e,, principalmente, nos dando força e poder para lutar e vencer. Viver no Espírito é uma decisão que não pode esperar. Ou vivemos no Espírito ou caminhamos para a morte nos desejos da carne.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Reconhecer...

Photobucket




Sabe é muito complicado reconhecer q estamos errados e precisamos melhorar ou até mesmo mudar, nos deixamos levar envolvidos pela correria do dia a dia e até mesmo pela facilidade do previsto e previsível... Mas há um momento em que Deus observa e vê q estamos indo longe demais nessa comodidade e é aí q nos mostra, por meio de algum fato ou acontecimento em nossa vida, q precisamos mudar q não somos muita coisa sem a sua presença real em nossa vida, somos apenas um rascunho...  E nesse momento nos damos conta quão grande é seu amor por nós, pois mesmo não sendo tão corretos Ele ainda se compadece dos seus e os concede mais uma chance, mais uma oportunidade de mudança, mais um abraço... Sou grata a Ti, por ter me concedido tal oportunidade, mesmo q isso tenha me custado algumas lágrimas, mas valeu à pena, porque pude comprovar mais uma vez  q seu amor vai além do q posso imaginar, é infinito e misericordioso... E em minhas andanças pelas páginas da internet buscava algo, um texto ou uma canção que pudesse demonstrar o q sente meu coração nesse exato momento,  encontrei  essa canção de Paulo César Baruk :

Eu Corro Para Ti

Nada mais me acontece
Tudo está  tão vazio
Procuro, e não Te acho
Porque estás tão distante?
Olho para dentro e vejo
Faz tempo que não Te busco
Minha alma está tão sedenta
Eu quero Tua presença
Eu corro para Ti, não sei viver sem Ti
Sem ter o Teu amor não posso respirar
Não há outro lugar
Só em Teus braços eu encontro o que preciso ter
Enche-me com Tua presença
Vem transborda minha vida
Me restaura com Teu fogo
Eu quero começar de novo

Fique na Paz!!

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Observações...


Quantas vezes pensamos que nossas obrigações são mais importantes e mais urgentes que a busca pela palavra? Aquele curso, aquele compromisso e assim vamos levando e os dias vão se passando e sem ao menos perceber estamos tão envolvidos que nem notamos q nos distanciamos simplesmente por nos deixar levar por nossa apressada rotina. Sou um exemplo vivo disso, e confesso não é bom. Sinto que a cada dia que mais me envolvo com meus afazeres e deixo de lado alguma coisa que outrora fazia ao Pai, vou me anulando simplesmente acumulando dentro de mim uma tristeza, não por falta de amigos ou motivos para sorrir, mas sim a falta de algo que complete meu ser... E diante de tantas tragédias acontecendo pelo mundo afora, confesso que já me peguei pensando como seria se Jesus voltasse hoje para mim? O que teria para oferecer como obras executadas? Muito pouco creio eu....Estou ciente que por mais empenhe na obra jamais seria o suficiente diante de tão ricas bênçãos que tenho alcançado do Senhor. Sei que preciso voltar ao primeiro amor, apesar de não ser tão fácil assim na prática, preciso deixar de lado tantos afazeres que sugam ao ponto de me desanimar. Preciso mais de ti Senhor na minha vida, minha alma clama sedenta por mais de tua presença em meu ser e o que mais dói é saber que Seu amor por mim está acima de qualquer valor material deste mundo e muitas vezes não lhe dou o devido valor.